RAMADÃ: Esteja atento ao viajar!

comentários
28 de março de 2017

O Ramadã (ou Ramadan) representa o nono mês do calendário islâmico e mesmo que você não seja muçulmano, saiba que viajar durante o período do Ramadan para um país de maioria muçulmana trará impactos no seu dia a dia.

O calendário islâmico é lunar, sendo assim, o Ramadã não ocorre sempre na mesma época do ano, sendo necessário se informar antes de uma viagem se você estará viajando por este período que dura entre 29 e 30 dias.

Período religioso do Ramadã

Durante o Ramadã, todos os muçulmanos que atingiram a puberdade, são obrigados a passar por um período de jejum, que vai da alvorada ao pôr do sol, sendo que durante esse período do dia, não é permitido comer, beber ou ter relações sexuais. Nesta época, os muçulmanos não devem nem mesmo pensar nessas coisas, devendo focar seus pensamentos em recordações de Alá e em suas orações.

Mas você que não é muçulmano deve estar pensando no que isso irá interferir em seu dia a dia em uma viagem a um país muçulmanos, pois acredite, afetará e muito. O fato é que como grande parte do país estará em jejum, os restaurantes simplesmente não abrem e mesmo que sua religião permita você não conseguirá almoçar e caso acorde após o nascer do sol, também não conseguirá tomar café da manhã.

Mesquita durante o Ramadã

Convenhamos que acordar e conseguir comer apenas quando anoitecer, não é das sensações mais divertidas e se você não estará preparado, isso irá tirar sua paciência. Em uma viagem para Dubai, país com grande maioria muçulmana, enfrentei o período do Ramadã e é realmente difícil conseguir comer.

Você até consegue comprar algum lanche rápido em lojas de conveniência, porém não pense que poderá simplesmente começar a comer o seu lanche, pois ser visto comendo nesse período não é permitido e você receberá uma pesada multa, afinal, alguém comendo irá gerar uma distração naqueles que estão em jejum.

Durante o Ramadã, só se come após o pôr do sol

Basicamente, você terá apenas uma opção além de comprar comida em uma loja de conveniência ou supermercado e levar para comer escondido no seu hotel, que é encontrar algum shopping com área de alimentação isolada. Em alguns shoppings, algumas poucas lanchonetes da praça de alimentação ficam abertas e na praça de alimentação, existe uma área isolada por panos para que você coma ali dentro sem que os muçulmanos o vejam comendo. Você nunca ficará tão feliz por encontrar uma lanchonete fast-food aberta.

Após o pôr do sol, todos os restaurantes abrem e a vida volta ao normal, porém, caso esteja em um país muçulmano durante o Ramadã, encontre logo um shopping que funcione com área reservada para comer ou então acostume-se a manter alguma comida no seu hotel, porque jejum forçado é bem ruim.

 

Você pode se interessar também:

No PARAGUAI, cuidado com a POLÍCIA Rodoviária!

TIRADENTES: Histórica e ENCANTADORA!

Deixe seu comentário