NAZCA: O que fazer além de sobrevoar as LINHAS DE NAZCA?

comentários
23 de Maio de 2017

A cidade de Nazca é mundialmente famosa pelas Linhas de Nazca, grandes desenhos feitos nas areias do deserto e que podem apenas serem vistos do céu, sendo possível sobrevoar as Linhas em pequenos aviões.

Sobrevoar as Linhas de Nazca é sem dúvida a principal atração da cidade, porém, não é barato, embora valha muito a pena. Caso não esteja disposto a pagar caro para sobrevoar as Linhas de Nazca, existem outras atrações interessantes na cidade, e inclusive uma opção barata para quem quer ver as Linhas gastando pouco.

Mirante de observação das Linhas de Nazca, no Peru

Se você quer conhecer as Linhas pagando pouco, a opção é subir no mirador (mirante) erguido pela famosa pesquisadora Maria Reich. O mirante é uma alta estrutura metálica ao lado da Rodovia Panamericana, onde a mesma cruza a figura do lagarto. É menos interessante do que voar, mas também é bem legal. Do mirante pode-se ver as figuras do lagarto, da árvore, e das mãos.

Também nos arredores da cidade de Nazca, está localizado o Cemitério de Chauchilla. Neste local, foram escavadas tumbas e é possível visitar as múmias encontradas no local. Como a região está localizada em um deserto, o clima extremamente seco ajuda a conservar as múmias.

Cemitério de Chauchilla em Nazca, no Peru

São diversas múmias espalhadas pelas tumbas, enroladas em uma espécie de pano e com os cabelos incrivelmente bem conservados. Porém, a múmia que mais impressiona está dentro do pequeno museu presente no local, ela possui milhares de anos e ainda tem parte da pele conservada.

Uma outra atração da região são os aquedutos. Como em todo deserto, a água é um recurso extremamente escasso em Nazca, e os povos antigos desenvolveram uma engenhosa solução para se ter acesso a ela. Buracos em forma de espiral revestidos com pedras levam até o subsolo por onde se tem acesso a água. Há quem diga que esses espirais possam ter sido construídos até 3.000 anos atrás.

Antigos Aquedutos em Nazca, no Peru

Existem tours para todos esses lugares, porém, considero a melhor opção para conhecer essas atrações, negociar com um taxista um preço fechado para te levar a todas essas atrações (se estiver acompanhado para poder dividir o taxi, melhor ainda). De taxi é possível visitar tudo em um dia e você poderá curtir Nazca sem ter que levantar voo.

Vista do Cerro Blanco nos arredores de Nazca, no Peru

Para quem gosta de esportes radicais, existem tours na região para o Cerro Blanco, a duna mais alta do mundo, onde é possível praticar Sandboarding. Porém esses tours não são muito baratos.

 

Você pode se interessar também:

A CHAPADA DOS VEADEIROS e suas Belezas!

MAYA BAY na Tailândia: A Praia!

Deixe seu comentário