MERCADOS FLUTUANTES da Tailândia: Barbada e Roubada!

comentários
5 de Maio de 2017

Quando falamos em atrações tradicionais na Tailândia, muitas pessoas pensam nos tradicionais mercados flutuantes, onde tailandeses usam seus barcos para venderem produtos em um determinado local. Este é o tipo de passeio realmente interessante, mas que também pode ser decepcionante e a seguir explicarei como fazer dessa uma experiência agradável.

O Mercado Flutuante de Damnoen Saduak na Tailândia

Ao procurar se informar sobre mercados flutuantes as agências de turismo, taxistas, hotéis e hostels irão quase que unanimemente indicar um tour até o Mercado Flutuante de Damnoen Saduak, localizado fora de Bangkok. Este mercado flutuante é o maior da região e desde sempre explorado pelo turismo e é justamente por isso que irão te indicar esse, já que irão tentar te vender algum tour ou corrida de taxi para lá.

O Mercado Flutuante de Taling Chan, na Tailândia

O fato é que você irá gastar tempo e dinheiro em um passeio que está bem longe atualmente de ser algo tradicional, já que este mercado estará repleto de turistas e você encontrará uma série de produtos dedicados a estes, sendo assim, saiba que basicamente estará pagando por um tour para um lugar pouco agradável, cheio de gente querendo vender souvenirs para turistas. De tradicional só o barco, porém, se sempre teve vontade de ir até ele, não deixe de ir até lá e tirar suas próprias conclusões.

Porém o que quase ninguém irá te contar (pelo simples fato de não ser interessante para eles) é que você pode conhecer facilmente por conta própria, gastando pouco, um Mercado Flutuante bem tradicional, frequentado em sua maioria por tailandeses, onde você poderá comer uma ótima refeição preparada em um desses simpáticos barquinhos, trata-se do Mercado Flutuante de Taling Chan.

Vendedora de frutas no Mercado Flutuante de Taling Chan, na Tailândia

O Mercado Flutuante de Taling Chan está dividido em dois setores, logo quando você chega encontrará uma espécie de feirinha que vende lanches rápidos, sucos exóticos e artesanatos. Seguindo por essa feirinha, você chegará ao rio e consequentemente ao píer.

Na região ao redor do píer, existe uma pequena tenda onde músicos tailandeses tocam música instrumental típica, dando um clima bem tradicional ao lugar. Ali também existem vendedores de pão para quem quiser alimentar os peixes no rio.

O píer propriamente dito possui grandes mesas de madeira e ao redor do píer, diversos barcos oferecem uma grande variedade de pescados, moluscos, crustáceos e até mesmo doces, tudo preparado de forma bem tradicional e consumido pelo povo local.

Venda de Pescados no Mercado Flutuante de Taling Chan, na Tailândia

Escolha entre as diversas opções sente-se a mesa e compartilhe a experiência de uma boa refeição com o povo local. A partir desse píer também partem passeios de barcos motorizados pelo rio, dando a possibilidade de ver como vivem as pessoas que vivem nas margens deste.

O Mercado Flutuante de Taling Chan está do lado oposto do rio em relação a cidade antiga, mas a partir de lá, basta seguir direto pela ponte Phra Pin Klao e chegará na região do mercado. A melhor opção é ir de Tuk-Tuk ou mesmo de taxi, já que por ser próximo a corrida será barata (mas não tão perto a ponto de compensar ir a pé).

Pier do Mercado Flutuante de Taling Chan, na Tailândia

Inclusive, não acredite nos motoristas que dizem ser longe e saiba que não é, caso queira negociar o preço antes, e consiga um bom valor. Se você estiver em uma região mais afastada do Rio Chao Phraya, pode ser interessante pegar o Skytrain (linha Silom) até a estação Bang Wa e de lá pegar um taxi ou tuk-tuk. Certamente será a opção mais barata.

 

Você pode se interessar também:

MADRI: Chegando e Saindo do Aeroporto de Barajas

ROUPAS: O que levar em um MOCHILÃO?

Deixe seu comentário