Em BUDAPESTE, opção de hospedagem BOA e BARATA!

comentários
23 de março de 2017

É difícil não se impressionar com a cidade de Budapeste na Hungria ao caminhar pelas margens do Rio Danúbio e admirar as suntuosas construções erguidas em ambos os lados do rio, tanto de dia quanto de noite, já que a iluminação destes monumentos deixa o espetáculo ainda mais bonito.

O belo Parlamento em Budapeste

Talvez você não saiba, mas Budapeste já foi duas cidades, de um lado do rio, Buda e do outro lado, Peste. O lado da antiga Peste tem um ar mais turístico e desenvolvido, já o lado da antiga Buda tem um ar mais tradicional. Leve isso em conta ao escolher sua acomodação, e caso você planeje viajar para Budapeste em julho ou agosto existe uma ótima opção. A rede City Hostel.

O Parlamento de Budapeste, Hungria

A rede City Hostel conta com cinco unidades espalhadas pela cidade, uma do lado da antiga Buda (City Hostel Buda) e quatro do lado da antiga Pest (City Hotel Pest, City Hotel Corvin, City Hotel Westend e City Hostel Semmelweis). Os cinco estão bem localizados, porém o mais bem localizado é o City Hostel Pest, seguido do City Hostel Corvin. Isso faz com que eles custem um pouco mais caro que os outros.

Entrada do Cityhostel Pest

Já tive a oportunidade de me hospedar em três dessas unidades. No City Hostel Buda, fiquei em um pequeno quarto com duas camas e um lavabo com chuveiro e pia (os vasos sanitários ficavam em banheiros fora do quarto). No City Hostel Corvin, o pequeno quarto tinha acesso a uma área comum compartilhada com um outro quarto, nessa área comum existia uma cozinha e acesso para dois banheiros. Já no City Hostel Pest, o quarto era bem grande e tinha acesso ao banheiro que também era acessado pelo quarto ao lado (era possível trancar a porta evitando que o hóspede de um quarto entrasse no outro).

Quarto do Cityhostel Corvin em Budapeste

Todos os três hostels tinham algo em comum, eram limpos, a mobília era bem nova (melhor do que muitos hotéis) e você aluga não uma cama em dormitório e sim o quarto. Em todos os casos eu achei o preço muito válido. Para as férias de julho/agosto de 2016, o City Hostel Buda tinha quartos para duas pessoas a partir de 9,35 Euros por dia.

Mas afinal, porque só em julho e agosto? Acontece que durante os outros meses eles são usados como alojamento para estudantes e durante as férias de verão, os alojamentos estão vazios e por dois meses funcionam como hostel.

Quarto amplo no Cityhostel Pest, em Budapeste

Para mais informações sobre o período de funcionamento, localização das unidades, preços e reservas, consulte o site da rede City Hostels

 

Você pode se interessar também:

Na ARGENTINA, prove um AUTÊNTICO Churrasco!

Lugares para VIAJAR: A Ilha de MARAJÓ

Deixe seu comentário