Desbravando BUENOS AIRES: Recoleta e Palermo

comentários
5 de fevereiro de 2018

Muito popular por ser o bairro onde está localizado o famoso Cemitério que leva seu nome, a Recoleta é considerada por muitos o mais distinto e elegante bairro da capital da Argentina.

O Bairro da Recoleta em Buenos Aires

Este bairro repleto de construções em estilo francês, possui esse nome por causa dos monges Recoletos Descalzos que se instalaram nesta zona no início do século XVIII.

Sem dúvida a principal atração deste bairro é o Cemitério da Recoleta e ao visitá-lo, tem-se a impressão de ao invés de um cemitério, estar visitando uma galeria de arte, devido a beleza e imponência de alguns dos mausoléus ali presentes.

O Cemitério da Recoleta em Buenos Aires

Ali estão enterradas diversas figuras históricas do país entre elas Eva Perón, a “Evita”, que apesar de ter um túmulo simples para os padrões do cemitério, é certamente o mais visitado.

Muitas pessoas que vão até a Recoleta se limitam a visitar o cemitério, porém a região oferece mais opções, como a Basílica Nuestra Señora Del Pilar, construída em 1732 e que ainda mantém suas características originais, além de museus importantes, como o Museu Nacional de Bellas Artes e o MALBA (Museu de Arte Latinoamericano de Buenos Aires).

A Igreja del Pilar em Buenos Aires, Argentina

Outra região tradicional de Buenos Aires é o bairro de Palermo, caracterizado por possuir amplos espaços verdes, sendo muito visitado para aqueles que querem contato com a natureza e relaxar. Quem busca isso, irá gostar de visitar o Jardim Japonês, os Bosques de Palermo e o Jardim Botânico “Carlos Thays”.

Parque em Palermo, Buenos Aires

O Bairro de Palermo também não decepciona quando o assunto é Museu, já que aqui estão localizados o Museu Nacional de Arte Decorativo, com ampla coleção de móveis, tapetes, pinturas, esculturas e outras peças de decoração provenientes da Europa e China.

Outros bons museus são o Museu de Artes Plásticas Eduardo Sívori, com sua coleção de desenhos, pinturas e esculturas de artistas argentinos; o Museu Del Automóvil Club Argentino, com belos carros clássicos de coleção e o Museu Evita que conta a história daquela que foi a mulher argentina mais conhecida no mundo.

O Bairro de Palermo em Buenos Aires

Existe uma região conhecida como “Palermo Viejo” que é considerada o lar do espírito Boêmio e criativo de Buenos Aires e onde casarões do século passado dividem espaço com construções modernas. Bares requintados e restaurantes com mesas ao ar livre oferecem comida típica, internacional e é claro, a famosa carne argentina.

 

Você pode se interessar também:

Como chegar na Paradisíaca KO PHI PHI!

TRANCOSO: A tranquila vizinha de PORTO SEGURO

Deixe seu comentário