Circulando por BOGOTÁ sem TÁXI!

comentários
10 de abril de 2017

Cidades que contam com uma boa rede de metrô, normalmente são fáceis de se locomover. Basta ter um mapa da rede e basicamente se chega a todos os pontos de interesse da região. Quem planeja uma viagem para Bogotá, capital da Colômbia, ao buscar pelo mapa da rede de metrô acaba descobrindo que a cidade não conta com este serviço e já começa a achar que vai ter que gastar com táxi, inclusive para sair do aeroporto.

Transmilênio em Bogotá, Colômbia

Mas na verdade, a cidade de Bogotá conta com um serviço que lembra muito uma rede de metrô e é a melhor maneira de se locomover pela cidade, chama-se Transmilênio.

O sistema Transmilênio é basicamente uma rede de corredores rodoviários, operado por grandes ônibus articulados que rodam muitas vezes em faixas exclusivas e param para embarque e desembarque em diversas estações fechadas espalhadas pelas 12 linhas disponíveis.

Estação do Transmilênio em Bogotá, Colômbia

Sabendo disso, procure se informar antes sobre qual linha do Transmilênio vai para as áreas que tem interesse de conhecer e procure hospedar-se próximo a alguma estação. Não sabe exatamente qual dos ônibus que passam pelo corredor pegar? Peça ajuda a um dos funcionários da estação.

E afinal, o Transmilênio chega até o Aeroporto Eldorado? Na verdade, quase. Os ônibus do Transmilênio não chegam até o aeroporto, mas existe uma estação muito próxima, a estação Portal Eldorado, que faz parte da Linha K. Para chegar a esta estação, existem ônibus gratuitos que fazem o trajeto Aeroporto x Estação Portal Eldorado, basta seguir as placas.

Sendo assim, fuja dos incansáveis taxistas que irão abordá-lo no saguão e farão de tudo para te convencer a não ir de Transmilênio.

Transmilênio em estação na cidade de Bogotá, Colômbia

O Transmilênio opera de segunda a sexta das 4 da manhã até meia noite, e aos domingos e feriados das 6 da manhã as 11 da noite. As passagens são vendidas em todas as estações e o pagamento deve ser feito exclusivamente em dinheiro.

Uma curiosidade é que nos horários de pico, a passagem custa um pouco mais no que nos horários fora de pico. Os horários de pico são informados nas estações. É bom evitar os horários de pico, não só pela economia, mas principalmente porque os ônibus podem ficar realmente cheios.

Para detalhes sobre as linhas e tarifas, visite o Site da Rede Transmilênio.

 

Você pode se interessar também:

Visite o MARANHÃO: OS LENÇÓIS MARANHENSES!

Na MALÁSIA, as Incríveis BATU CAVES!

Deixe seu comentário